Dia-a-dia
um diário da performance Distentio Anime no espaço Goethe na Vila.

Dia 11 e 12 | Mais um combo

Lá vamos nós para mais um combo 2 dias em uma publicação. 

Ontem eu até poderia te publicado algo, mas acabei indo pegar meu computador no técnico e tudo atrasou. Quando vi, já estava cansado demais para escrever.

Nisso tenho pensado, pois acaba sendo bastante esforço que ao fim da noite já estou cansado demais para escrever. Se não escrevo dentro do horário da perfomance — como é o caso agora — acaba ficando pesado demais para mais tarde. 

Mas bem, na quarta-feira a grande novidade é que tive a companhia da artista Monica Galvão que acompanhou o processo da performance e documentou. Ah sim, ela também levantou muro. Não ia ficar sem.

Inclusive, agora é produzir, carregar tijolos e levantar paredes. Acredito que o labirinto ficará pronto somente no último dia. E assim que fique pronto, será finalizada a ocupação. O que também é interessante. Hoje mesmo um visitante perguntou se o labirinto iria ficar instalado, algo mais permanente. Aí falei que não, acaba no dia 26. Mas tenho espalhado tijolos pela casa pensando onde montar o que.

Bem, a grande novidade de hoje — além de ultrapassar os 1.700 tijolos — foi que consegui arrastar um pessoal da obra para tomar café aqui. De todo mundo que trabalha na Vila, eles sempre foram os mais próximos e mais reticentes em vir tomar um cafezinho.

Pois bem, como comprei um esguicho novo para a mangueira, precisei emprestar deles uma chave de fenda para instalar. Ao chegar no almoxarifado da obra, encontrei o Marcelo, que é alguém que sempre convido para um café. Reforcei o convite e ele veio. Tomou um café, logo saiu. Passou alguns minutos e logo veio mais dois da obra para tomar o café.

Social

 

Newsletter

Assine a newsletter e saiba mais sobre as atividades de Fernando Ribeiro.

Foto de Fernando Ribeiro

Fernando Ribeiro

Artista da performance e curador, vive e trabalha em Curitiba, Brasil. Ribeiro se destaca como um dos principais artistas da performance do Sul do país. Sua trajetória conta com mais de 17 anos dedicados a performance art, tendo participado de diversos eventos nacionais e internacionais. Também atua como curador de performance na p.ARTE e Bienal de Curitiba.