Dia-a-dia
um diário da performance Distentio Anime no espaço Goethe na Vila.

Dia 4 | A segunda-feira

E o quarto dia da performance Distentio Anime foi mais curto. Como as segundas-feiras a Vila Itororó não abre, este dia acaba sendo dedicado a limpeza, produção e manutenção.

O que não me impediu de estar às 9h da manhã lá, abrir o espaço, passar um café. E, apesar de não ter colocado o meu macacão de trabalho, não me impediu de trabalhar na manutenção das formas e pensar em como posso melhorar a produção de tijolos.

Do modo como tenho trabalhado, os tijolos saem muito irregulares (o que não deixa de ser interessante). É também sinto falta de um espaço melhor para derrubar o gesso líquido nas formas de um modo que não force muito minha coluna.

O interessante de uma performance duracional é exatamente como os processos e procedimentos vão melhorando. Como em três dias já sei qual é o ponto ideal do gesso para despejar nas formas, por exemplo. Ah, a sabedoria prática.

Mas bem, apesar de hoje ter sido quase um dia de folga, passei a parte da manhã no local. E, em um dado momento, refletindo sobre o espaço em si, logo me vi pegando tijolos e começando a levantar paredes.

Ou seja, um dia de folga na produção de tijolos, mas o labirinto começa a ganhar corpo.

Social

 

Newsletter

Assine a newsletter e saiba mais sobre as atividades de Fernando Ribeiro.

Foto de Fernando Ribeiro

Fernando Ribeiro

Artista da performance e curador, vive e trabalha em Curitiba, Brasil. Ribeiro se destaca como um dos principais artistas da performance do Sul do país. Sua trajetória conta com mais de 17 anos dedicados a performance art, tendo participado de diversos eventos nacionais e internacionais. Também atua como curador de performance na p.ARTE e Bienal de Curitiba.